quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Poema de Eduardo Pitta




Adivinhamos inquietos os olhos
e o poema dos dois corpos.
A nossa vida tem sido um passar
sem pedir licença.
Um dia e outro dia depois,
como quem adestra relâmpagos.
Eduardo Pitta
Uma surpresa, gostei muito!