sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Do amor



Pedes-me ausências e
agradeces beijos.
Pedes-me as mãos e
doo a lua, rapto estrelas.
Pedes-me o horizonte e
pinto-o em linha recta
(360º graus, 365 dias).
 
Amo-te continuamente
na força centrifuga desta dimensão:
alma, corpo e Tempo.