quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Concha

 


   Encosta-me ao teu ouvido...
ouvirás o canto do mar
na voz das sereias que habitam
 o meu peito...