quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Ab surda mente



 
Nos dias em que morro,
mudo as palavras,
cego o nó na garganta e
... absurdo-me.